O negócio polémico dos médicos cubanos cresce com a Covid-19 - Plataforma Media

O negócio polémico dos médicos cubanos cresce com a Covid-19

O último país a receber uma “comitiva” de 200 a 500 “colaboradores de saúde” cubanos para reforçar a luta contra o coronavírus foi a Argentina. Segundo o jornal espanhol El Mundo, por causa da pandemia 21 brigadas de médicos cubanos estão distribuídas por países da América Latina, África, Europa e Médio Oriente.

Na Argentina, a polémica instalou-se com um abaixo assinado que reuniu mais de 120.000 assinaturas contra a iniciativa do governo regional de Buenos Aires, depois de a Confederação Médica do país e a oposição terem criticado a vinda dos médicos cubanos. “Não aos médicos cubanos! Muitos nem têm cédula, outros são agentes secretos”, eram as palavras de ordem em Buenos Aires, onde estavam previstas “paneladas” de protesto.

A polémica também acompanha o último contingente chegado à Europa. No Principado de Andorra, um dos médicos cubanos acabado de chegar testou positivo à Covid-19. O risco de contágio obrigou a por de quarentena todo o contingente, integrado por 11 médicos e 27 enfermeiros.

O mesmo aconteceu em Angola, onde um dos últimos casos de infeção foi o de uma médica cubana.

O “negócio” da exportação dos médicos de Cuba, considerados dos melhores no mundo, rende a Havana 6,4 milhões de dólares anuais. 43% do total das receitas externas, segundo adiantou ao El Mundo o economista Pavel Vidal, antigo quadro do Banco de Cuba.

Dinheiro a troco do fortalecimento de sistemas de saúde precários e pouco preparados para a pandemia da Covid-29. Os médicos cubanos até já chegaram às Honduras, cujo Presidente, Juan Orlando Hernández, está nas antípodas ideológicas da revolução cubana.

A excelência dos seus profissionais de saúde permitiu à revolução cubana celebrar ao longo dos últimos 20 anos acordos económicos generosos com outros países: médicos a troco de petróleo e milhões.

Related posts
MundoPolítica

Cuba nega 'repressão contra o povo' e critica sanções americanas

MundoPolítica

EUA impõem novas sanções contra Cuba após onda de protestos na ilha

MundoPolítica

Cuba denuncia 'manobra intervencionista' dos EUA para recrudescer embargo

MundoPolítica

Enxergamos os protestos em Cuba como algo nosso, afirma opositor venezuelano

Assine nossa Newsletter