Dia da Gastronomia Sustentável - Plataforma Media

Dia da Gastronomia Sustentável

O dia 18 de junho foi designado Dia da Gastronomia Sustentável, por resolução da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em 2016 (com vídeo)

Ao reafirmar a relevância da gastronomia para um desenvolvimento sustentável, a comemoração da data internacional faz parte dos esforços globais para cumprir a Agenda 2030 da ONU para a Sustentabilidade.

A data realça a gastronomia como uma expressão cultural, relacionada com a diversidade natural e as tradições no mundo. O compromisso com a sustentabilidade nesta área  foca-se na responsabilidade de produção e consumo de alimentos. Estes objetivos devem ser partilhados por todos os agentes do turismo gastronómico.

A ONU, em conjunto com a rede de cidades criativas da UNESCO, trabalha com a finalidade de promover energia limpa nos restaurantes locais (gás e eletricidade em vez de carvão ou outras fontes não renováveis e poluidoras). Sensibiliza, ainda, o público para uma gastronomia sustentável através de canais de televisão, programas gastronómicos, e por meio de exposições culturais sobre alimentos, destinadas à indústria de produção e agricultores.

Este é o terceiro ano que a Direcção dos Serviços de Turismo (DST) destaca o ingresso de Macau na Rede de Cidades Criativas da UNESCO.

Macau aproveita todos os anos a oportunidade para promover o estatuto de Macau como Cidade Criativa da Gastronomia da UNESCO e o seu compromisso com um desenvolvimento sustentável e criativo, incentivando os operadores da indústria a manter viva a herança culinária da região.

A cooperação entre todos os atores da área da gastronomia contribuem para o desenvolvimento sustentável da indústria do turismo de Macau e do mundo.

No entanto, Macau enfrenta um desafio único no setor de alimentos frescos pelo seu posicionamento geográfico e densidade populacional. Não há uma produção agrícola própria.

Em vez de considerar os ingredientes como produtos individuais, os chefs estão cada vez mais a considerar o ciclo de vida das plantas e os seus diversos usos orgânicos.

Tem havido todos os anos um aumento no número de restaurantes que adotam práticas sustentáveis. Ao incentivar os futuros chefs de Macau a terem esta abordagem, cresce a compreensão e respeito pelo valor de cada ingrediente numa receita.

A conexão com a natureza significa que mais chefs usarão cada produto com maior propósito e, assim, criam menos desperdício.

Vários restaurantes de Macau também adotaram substitutos de carne, o que ajuda a compensar alguns dos recursos naturais necessários para a criação de gado.

Este ano (2020), colaborou com o PLATAFORMA SABORES para apresentar um vídeo de exposição da cultura gastronómica macaense. O objetivo foi promover a história, receitas e criatividade do ramo local. O vídeo será transmitido no site da DST e pelos orgãos de comunicação social.

No ano passado (2019), a DST colaborou com o National Geographic, realçando várias iniciativas de restaurantes em Macau, que procuram oferecer uma culinária com o mínimo de desperdícios. O projeto chama-se “Grande Jornada Gastronómica Verde”.

A iniciativa baseia-se na necessidade de definir uma agenda que substitua os Objetivos do Milénio (ODM). A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável estabeleceu, em 2012, um Grupo de Trabalho Aberto para elaborar um relatório com propostas de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para apreciação e adoção de ações adequadas em todos os países-membros. Importante salientar que os ODM foram traçados para os países desenvolvidos apenas.

O documento final foi aprovado na Cimeira das Nações Unidas para o Desenvolvimento, em Nova Iorque, de 25 a 27 de setembro de 2015, no qual constam 17 objetivos de desenvolvimento sustentável e 169 metas a alcançar até 2030, com o foco apontado para a erradicação da pobreza e desenvolvimento sustentável. O consenso intitula-se de “Transformar o nosso mundo: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável“.

Este artigo está disponível em: English 繁體中文

Related posts
MundoSociedade

Relatório da ONU aponta para "agravamento dramático" da fome no mundo em 2020

Mundo

ONU alerta que seca pode ser “a próxima pandemia”

BrasilPolítica

Brasil entre os eleitos para o Conselho de Segurança da ONU

EconomiaMoçambique

ONU investe no empoderamento da raparigas na Zambézia

Assine nossa Newsletter