Macau: Deputado questiona conceito de reunião e de manifestação - Plataforma Media

Macau: Deputado questiona conceito de reunião e de manifestação

Sulu Sou voltou na quinta-feira a levar os acontecimentos de 4 de Junho à Assembleia Legislativa. Munido com uma impressão da icónica imagem do ‘Homem do Tanque’, Sulu Sou gerou debate em torno dos conceitos de reunião e manifestação. Depois das filhas de Au Kam San terem sido detidas por suspeita de reunião ilegal no aniversário do massacre de Tiananmen, o deputado quis saber com o que é que a população pode contar.


“Esta definição é muito importante, porque se for clara, a população não vai cair nas malhas da lei”, afirmou. “Eu pergunto ao Sr. Comandante: ‘Se eu mostrar junto ao Largo do Senado esta fotografia significa que eu já estou a reunir ou a fazer uma manifestação. E se no dia seguinte eu mostrar outra placa a defender algumas teorias ou ideias a situação já é diferente’. Queria então perguntar qual é a vossa definição, para não induzir as pessoas em erro”, acrescentou.

Au Kam San entrou na discussão e disse que a polícia está a transfigurar o regime e a privar os residentes de um direito fundamental. “Agora não temos uma definição de reunião e manifestação e a polícia distorce a interpretação desta definição, punindo os actos que não são reuniões nem manifestações. Vão usar esta lei para acusá-las. Estão então a transformar, a transfigurar, um regime portador do direito de reunião e manifestação num regime que priva os nossos residentes de um direito fundamental”, disse.

Leia mais em TDM

Artigos relacionados
MundoPolítica

Boris Johnson convoca cimeira do G7 para discutir distribuição de vacinas

AngolaSociedade

Jovem morto na manifestação do dia 11 de Novembro vai hoje a enterrar

AngolaPolítica

João Lourenço: "Manifestações não têm de acabar em violência"

MoçambiquePolítica

Membros da RENAMO manifestam-se contra o líder do partido, Ossufo Momade

Assine nossa Newsletter