Morre voluntário brasileiro que participava dos testes da vacina de Oxford - Plataforma Media

Morre voluntário brasileiro que participava dos testes da vacina de Oxford

Após a morte de um voluntário brasileiro que participava dos testes da vacina de Oxford, a Anvisa pronunciou-se sobre o sucedido.

Segue a nota:

“Em relação ao falecimento do voluntário dos testes da vacina de Oxford, a Anvisa foi formalmente informada desse fato em 19 de outubro de 2020. Foram compartilhados com a Agência os dados referentes à investigação realizada pelo Comitê Internacional de Avaliação de Segurança. É importante ressaltar que, com base nos compromissos de confidencialidade ética previstos no protocolo, as agências reguladoras envolvidas recebem dados parciais referentes à investigação realizada por esse comitê, que sugeriu pelo prosseguimento do estudo. Assim, o processo permanece em avaliação.

Portanto, a Anvisa reitera que, segundo regulamentos nacionais e internacionais de Boas Práticas Clínicas, os dados sobre voluntários de pesquisas clínicas devem ser mantidos em sigilo, em conformidade com princípios de confidencialidade, dignidade humana e proteção dos participantes.

Leia mais em Rede Bandeirantes

Artigos relacionados
BrasilPolítica

Ministro da Saúde do Brasil está infetado com coronavírus

BrasilChina

Bolsonaro desmente ministro da Saúde e diz que Brasil não vai comprar vacina da China

MundoSociedade

Venezuela começará vacinação contra Covid-19 entre dezembro e janeiro

Assine nossa Newsletter