Patriotismo em destaque na Política de Juventude para Macau até 2030 - Plataforma Media

Patriotismo em destaque na Política de Juventude para Macau até 2030

Arranca amanhã a consulta pública sobre a Política de Juventude (2021-2030). Ao contrário da actual, vai cobrir um universo maior, já que vai passar a abranger jovens com idades entre os 13 e os 35 anos (antes ia até aos 29 anos), “com vista a articular-se com as políticas de juventude” da China.

O reforço do patriotismo figura como uma das cinco direcções: “É um conceito nuclear. O ‘amor pela Pátria e por Macau’ tem sido desde sempre um valor nuclear da sociedade de Macau”, justificou o sub-director dos Serviços de Educação e Juventude (DSEJ), Kong Chi Meng.

Kong Chi Meng deixou claro que o patriotismo não será imposto, sobretudo nas escolas: “Não é obrigatório. No currículos também há conteúdos relacionados, tais como apreciar a cultura chinesa – isto também é educação patriótica. Nós só queremos os jovens a sentir a cultura do seu país, formando uma cultura de pertença”.

Leia mais em TDM – Rádio Macau.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
MacauSociedade

Os 40 anos da Universidade de Macau e o pioneirismo no ensino superior

PortugalSociedade

Politécnicos não sabem se vão fechar: "A nossa preocupação são as aulas laboratoriais"

MacauSociedade

Ensino não superior para os próximos 10 anos debaixo de fogo

PortugalSociedade

Há cada vez mais portugueses com demasiados estudos para o trabalho que fazem

Assine nossa Newsletter