Campeão olímpico do Quénia é acusado de abuso sexual - Plataforma Media

Campeão olímpico do Quénia é acusado de abuso sexual

Campeão olímpico dos 3.000 metros com obstáculos nos Jogos do Rio-2016, o queniano Conseslus Kipruto foi acusado de abuso sexual nesta segunda-feira, no seu país.

Kipruto compareceu a um tribunal no Quênia, sob acusação de ter tido relação sexual com uma garota de 15 anos, mas foi liberado após pagar fiança.

Pelas leis quenianas, Kipruto foi denunciado num tribunal localizado na cidade de Kapsabet, pelo crime de “profanação”, por ter tido relação sexual com alguém menor de 18 anos. Se condenado, o atleta poderá ficar preso por até 20 anos. Ele pagou fiança equivalente a US$ 1.800, ou cerca de R$ 9,8 mil.

Leia mais em Istoé

Related posts
DesportoGuiné-Bissau

Guiné-Bissau: Atleta "parte pedra" para sobreviver

DesportoPortugal

Mais nove medalhas nos europeus de atletismo para deficiência intelectual

DesportoPortugal

Trio de campeões da Europa de atletismo regressou a Portugal

DesportoPortugal

Leandro Ramos bateu o recorde de Portugal no dardo

Assine nossa Newsletter