Polícia invade "fábrica de bebés" na Nigéria e resgata dez raparigas - Plataforma Media

Polícia invade “fábrica de bebés” na Nigéria e resgata dez raparigas

Uma instalação clandestina onde raparigas eram engravidadas para os bebés depois serem vendidos foi fechada pela polícia nigeriana. Entre os dois detidos está a mulher que geria o espaço e que foi libertada sob fiança. A investigação foi possível por causa da fuga de uma das jovens, que contou tudo às autoridades

A polícia do estado de Ogun, na Nigéria, deteve dois suspeitos numa operação numa “fábrica de bebés”, uma instalação clandestina onde raparigas eram mantidas em cativeiro e engravidadas à força para que depois os filhos fossem vendidos a casais. A unidade era gerida por uma mulher que foi libertada sob fiança, contou a BBC.

O porta-voz da polícia estadual, Abimbola Oyeyemi, explicou que a investigação foi possível porque uma rapariga que fora atraída para o local por um dos operacionais da rede, e depois sequestrada para engravidar, escapou da “fábrica” e denunciou o caso às autoridades.

Os agentes invadiram o local e resgataram 10 meninas. Quatro delas já estão grávidas, de acordo com a TVC. Os media locais não revelaram a idade das jovens.

Uma das detidas é a filha da gerente do estabelecimento que foi acusada de tráfico de pessoas e libertada sob fiança. O outro detido é um homem que a polícia suspeita que poderá ser o responsável por engravidar as raparigas.

Tem havido mais “fábricas de bebés” desmanteladas na Nigéria, um negócio lucrativo para redes criminosas.

Este artigo está disponível em: English

Related posts
MundoSociedade

O mercado negro onde bebés roubados são vendidos por um punhado de dólares

AngolaSociedade

Aumenta o número de bebés abandonados em Luanda

MundoSociedade

ONU: Dois milhões de bebés nascem mortos por ano

MundoSociedade

Há 100 bebés nascidos de barrigas de aluguer retidos na Ucrânia à espera dos pais

Assine nossa Newsletter