PR da Guiné-Bissau pede “coesão nacional” a partidos que apoiaram a sua eleição - Plataforma Media

PR da Guiné-Bissau pede “coesão nacional” a partidos que apoiaram a sua eleição

O Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, pediu hoje “coesão nacional” aos partidos com assento parlamentar, que apoiaram a sua eleição para o cargo de chefe de Estado, após visitar as suas sedes para agradecer o apoio.

“Pedi a todos estes partidos coesão nacional para colocarem os interesses da Guiné-Bissau acima dos interesses pessoais e interesses partidários. Guiné-Bissau é que é o partido de nós todos”, afirmou Sissoco Embaló.

O chefe de Estado visitou hoje a sede da Assembleia do Povo Unido – Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), liderado pelo atual primeiro-ministro, Nuno Nabiam, do Partido de Renovação Social (PRS) e do Movimento para a Alternância Democrática (Madem-G15), partido do qual era militante.

Os três partidos, com assento parlamentar, integram a coligação no Governo.

“Pedi menos tensão no parlamento e para as pessoas dialogarem, sem arrogância e prepotência para chegarem a um entendimento. E acho que isso é que fundamental para os que estão na governação atualmente”, disse Sissoco Embaló, no final da visita.

Umaro Sissoco Embaló foi o candidato do Madem-G15 à primeira volta das presidenciais, tendo na segunda volta sido apoiado pelas restantes candidaturas.

Na terça-feira, o Presidente reuniu-se numa unidade hoteleira em Bissau com um grupo de partidos sem assento parlamentar, que também o apoiaram nas presidências.

Na quinta-feira, no âmbito das visitas de agradecimento, Umaro Sissoco Embaló vai reunir-se com o antigo Presidente guineense José Mário Vaz.

Assine nossa Newsletter