Tela de Tarsila do Amaral bate recorde e é vendida por 57,5 milhões de reais em leilão - Plataforma Media

Tela de Tarsila do Amaral bate recorde e é vendida por 57,5 milhões de reais em leilão

Alvo de uma disputa judicial, ‘A Caipirinha’ pode ter que ser devolvida pelo seu comprador

Tarsila do Amaral quebrou mais um recorde na noite desta quinta (17). Sua tela “A Caipirinha”, de 1923, foi arrematada por R$ 57,5 milhões num leilão na Bolsa de Arte, em São Paulo, se tornando assim a obra mais cara de um artista brasileiro numa venda pública. Os lances, que começaram em R$ 47.613.848,66, foram disputados por três colecionadores e duraram cerca de 15 minutos.

O último detentor do título era Alberto da Veiga Guignard, cuja pintura “Vaso de Flores” foi vendida por R$ 5,7 milhões em 2015. Mas a própria Tarsila já tinha quebrado o recorde pelo menos duas vezes antes —em 1995, quando o “Abaporu” alcançou US$ 1,3 milhão na Christie’s em Nova York, e em 1986, quando a gravura “Cidade” foi adquirida por US$ 370 mil.

Leia mais em Folha de S.Paulo.

Related posts
CulturaMundo

Art Basel, a maior feira de arte do mundo, é adiada de novo por causa da pandemia

LifestyleSociedade

"New Kim". Uma pomba-correio vendida por 1,6 milhões de euros

LifestyleMundo

Biquíni de Ursula Andress no primeiro 007 tem preço estimado de 500 mil dólares

LifestyleMundo

Fóssil de T-Rex é vendido por valor recorde de US$ 31,8 milhões

Assine nossa Newsletter