Governo Bolsonaro critica reedição de Monteiro Lobato que suprime trechos racistas - Plataforma Media

Governo Bolsonaro critica reedição de Monteiro Lobato que suprime trechos racistas

Mario Frias e Sérgio Camargo chamam ação de bisneta do escritor de vergonha, absurda e mutilação

O secretário de Cultura do governo Jair Bolsonaro, Mario Frias, e o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, criticaram nas redes sociais as notícias de que a bisneta do escritor Monteiro Lobato pretende reeditar livros dele suprimindo trechos racistas.

Camargo afirmou que Lobato não era racista e que “nenhum preto pediu” o que ele chama de “mutilação da obra” do escritor.

Leia mais em Folha de S.Paulo.

Artigos relacionados
CulturaPortugal

Personalidades copiam poemas de Clepsydra em edição comemorativa

CulturaPortugal

Fernando Ribeiro estreia-se no romance com "Bairro sem saída"

BrasilLifestyle

Em aula online sobre racismo na USP, tenente-coronel da PM é chamado de 'macaco'

CulturaPortugal

António Lobo Antunes nomeado para o Prémio Literário Internacional de Dublin

Assine nossa Newsletter