Problemas na educação - Plataforma Media

Problemas na educação

Apesar de 2021 ter apenas começado, já ocorreram alguns crimes em Macau envolvendo jovens alunos locais.

A 4 de janeiro a polícia divulgou que um jovem de 16 anos foi acusado de violência e violação à ex-namorada de 15 anos. Dois dias depois, a 6, um estudante de apenas 13 anos foi detido por ter dado início a um incêndio depois de ter estado a fumar com os amigos na Travessa dos Anjos. Que problemas existirão na educação em Macau?

A cidade orgulha-se, desde sempre, dos “15 anos de educação gratuita”, chegando a ser elogiada por isso pelo antigo primeiro-ministro chinês Wen Jiabao. “A dignidade de um país depende não só da força económica, mas também da população. Justiça social e força moral são frutos da educação. Para transformar Macau numa cidade forte, primeiro temos de investir na educação”, afirmou então perante representantes de diferentes setores da cidade, em 2010.

Não há como negar. O sistema de educação local já produziu muitos talentos e o número de estudantes da cidade que são admitidos em universidades de renome do continente cresce todos os anos. Foram também criados vários programas de bolsas de estudo para alunos poderem estudar na Europa e nos EUA. Porém, no que diz respeito aos valores morais e conduta dos jovens, poderão as medidas postas em prática pelas autoridades de ensino resolver o atual estado social e os problemas que ocorrem?

Claro que a educação terá sempre de ser uma colaboração entre a escola e o lar. No passado, o crescimento das famílias, com ambos os pais empregados, era usado como desculpa para a negligência na educação dos filhos. Mas agora Macau enfrenta um período de ajustamento económico, e os encarregados de educação devem, por isso, ter mais tempo para acompanhar e educar os filhos. Caso contrário, haverá esperança para o futuro de Macau?

*Editor da edição em chinês do PLATAFORMA

Artigos relacionados
Opinião

Coração normal

Opinião

Cinema de Ano Novo

Opinião

Vozes de Macau

Opinião

Falta de sono

Assine nossa Newsletter