Jihadista que teve asilo em Portugal condenado a 30 anos de prisão em França - Plataforma Media

Jihadista que teve asilo em Portugal condenado a 30 anos de prisão em França

Hicham El-Hanafi entrou em 2013 em Portugal, com Abdesselam Tazi, seu recrutador para o jihdismo. Com estatuto de refugiados políticos, instalaram a sua “célula” em Aveiro. Hanafi, 30 anos, foi preso em França em 2016, por suspeita de estar envolvido na preparação de vários atentados

Hicham El-Hanafi, o marroquino que recebeu asilo em Portugal, foi esta quarta-feira condenado em França a 30 anos de cadeia por terrorismo. Hanafi foi julgado, juntamente com dois franceses, por associação criminosa com objetivo de preparar atentados terroristas a vários locais simbólicos naquele país.

Segundo o jornal “Le Figaro”, o Tribunal entendeu ainda que, dada a sua especial “perigosidade”, Hanafi juntou ainda à sentença uma medida de “especial segurança” para dois terços da pena e proibiu a sua permanência em território francês, quando completasse o seu castigo.

Hanafi foi detido em França a 20 de novembro de 2016com outros seis suspeitos jihadistas, na região de Estrasburgo, na sequência de operação de infiltração cibernética da Direção-Geral de Segurança Interna (DGSI) francesa, apelidada de ” Ulisses “.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
PortugalSociedade

Bala perdida que matou emigrante em França foi disparada por outro português

CulturaMundo

Quadro de Van Gogh atinge recorde em leilão em França

Política

França acusa Reino Unido de "chantagem" na entrega de vacina

Sociedade

Paris e 16 regiões francesas voltam a confinar para travar terceira vaga

Assine nossa Newsletter