1º de Agosto tem dúvidas quanto aos casos positivos - Plataforma Media

1º de Agosto tem dúvidas quanto aos casos positivos

A regularidade na realização de testes leva a direcção e o médico do 1º de Agosto a questionarem a veracidade dos casos positivos de Covid-19, que ditaram o enfraquecimento da equipa, na pesada goleada (2-6) diante do Namungo FC da Tanzânia, domingo em Dar es Salam, na decisão do passe para a fase de grupos da Taça da Confederação Africana de Futebol (CAF).

O afastamento do guarda-redes Toni Cabaça, dos defesas centrais Bobó e Bonifácio, do médio Mário Balbúrdia e do ponta-de-lança Mabululu, por alegadamente estarem infectados, fragilizou os militares. De acordo com os dirigentes do clube, a  informação foi prestada duas horas antes do início do jogo, pelas autoridades sanitárias tanzanianas, sem apresentarem os exames. 

Perplexo, o médico cubano Virgílio Paez, responsável clínico dos tetra-campeões nacionais, disse aos canais de comunicação dos rubro e negros que no dia 14 a equipa fez o teste RT-PCR,  para jogar com o Namungo, na partida cancelada por decisão do Ministério da Saúde, em resposta aos casos positivos registados na comitiva desportiva, à chegada a Luanda.   

Leia mais em Jornal de Angola

Related posts
AngolaDesporto

Petro e 1º de Agosto recebem 62,5 mil dólares americanos

AngolaDesporto

Vitória do 1º de Agosto foi insuficiente para a reviravolta

AngolaDesporto

Médico surpreendido com casos positivos de Covid-19 no 1º de Agosto

AngolaDesporto

1º de Agosto “atento” ao Namungo FC da Tanzânia

Assine nossa Newsletter