Confinamento. Governo tenta sacudir pressão para reabrir escolas - Plataforma Media

Confinamento. Governo tenta sacudir pressão para reabrir escolas

Os políticos e os técnicos voltaram a encontrar-se em mais uma reunião do Infarmed, a 16ª desde que a pandemia começou. O primeiro-ministro e a ministra da Saúde usam os números dos internados em cuidados intensivos para travar expectativas quanto às escolas

Na próxima quinta-feira o Parlamento vai renovar por mais quinze dias o estado de emergência (o que está em vigor terminará às 23.59 de 1 de março).

Presidente da República e o Governo já vão começando a preparar os novos decretos e a curiosidade vai-se centrando num único ponto: a reabertura das escolas.

O Executivo tenta, por todos os meios, argumentar que ainda é cedo. E assenta todo o seu argumentário num número: o das pessoas internadas em Unidades de Cuidados Intensivos. Pelo meio, vai-se recordando que o Presidente da República estabeleceu uma fasquia, neste índice, para desconfinar: 200 doentes internados. Ontem a DGS revelava que ainda são atualmente 627.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
Mundo

Alemanha adota plano de suspensão progressiva do confinamento

EconomiaPortugal

Novo confinamento custa pelo menos 1000 milhões de euros a Portugal até final de março

ChinaHong Kong

Confinamento reforçado

China

Hong Kong vive primeiro confinamento, em um bairro por 48 horas

Assine nossa Newsletter