Bolsonaro implodiu programa liberal do Governo ao intervir na Petrobras - Plataforma Media

Bolsonaro implodiu programa liberal do Governo ao intervir na Petrobras

Bolsonaro implode o programa liberal de Paulo Guedes e intervém na Petrobras para agradar os caminhoneiros e controlar os preços dos combustíveis

A interferência derruba os mercados, assusta os investidores e aumenta a pressão sobre a inflação, o dólar e os juros. Nem o envio às pressas da MP de privatização da Eletrobras, um mero jogo de cena, foi capaz de resgatar a credibilidade da política econômica. Com a volta do clientelismo e o avanço autoritário, a confiança no País derrete e a recuperação econômica fica mais distante.

Jair Bolsonaro foi eleito apoiado em duas promessas: defender a Lava Jato e implantar reformais liberais. A primeira caiu por terra com a demissão de Sergio Moro e o estrangulamento das operações de combate à corrupção, desmanche impulsionado por ele. O segundo pilar do seu governo ruiu no dia 19, quando anunciou a demissão do presidente da Petrobras para restabelecer o controle de preços e o populismo econômico.

Não se trata apenas da volta às velhas práticas que tanto custaram à sociedade. O presidente quer o retorno aos tempos da ditadura. Como um caudilho, avança para controlar o País atropelando leis, interferindo no Congresso, dobrando a Justiça e driblando os órgãos de controle. Acha, como o rei Luis XIV, que é dono do Estado. “Se tudo dependesse de mim, o regime não seria este”, disse com espantosa sinceridade em uma cerimônia para cadetes do Exército, um dia depois de anunciar na prática o enterro da agenda liberal de Paulo Guedes.

Leia mais em ISTOÉ

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts
BrasilEconomia

Brasileira Petrobras aprova venda de refinaria por 1,40 mil milhões de euros

BrasilEconomia

Petrobras anuncia nova alta nos preços da gasolina, diesel e gás

BrasilEconomia

Presidente da Petrobras demitido por Bolsonaro justifica os preços do mercado

BrasilPolítica

Juiz federal dá 72 horas para Bolsonaro explicar mudanças na Petrobras

Assine nossa Newsletter