Governador de Nova York acusado de assédio sexual por segunda mulher

Governador de Nova York acusado de assédio sexual por segunda mulher

O governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo, foi acusado por uma segunda ex-funcionária de assédio sexual, o que o político negou no sábado

A ex-assessora de Saúde Charlotte Bennett, de 25 anos, afirmou ao jornal The New York Times que o governador a assediou sexualmente no ano passado.

Bennett declarou que Cuomo, 63 anos, fez comentários em junho de 2020 sobre o fato de que estava aberto a ter aventuras com mulheres na casa dos 20 anos e perguntou o que ela pensava sobre a diferença de idade em relacionamentos.

Embora Cuomo nunca tenha tentado tocá-la, Bennett disse ao NYT: “Entendi que o governador queria dormir comigo e me senti terrivelmente desconfortável e assustada”.

A ex-assessora disse que conversou sobre o tema com a chefe de gabinete e com um conselheiro jurídico de Cuomo, que a transferiram para outro posto, em outro edifício. Bennett ficou feliz com o novo emprego e decidiu não insistir em uma investigação.

Em um comunicado divulgado no sábado, Cuomo afirmou que “jamais fez insinuações a sra. Bennett, nem tive a intenção de agir de forma inadequada”.

Ele declarou que desejava apoiar Bennett, que havia contado que era uma sobrevivente de agressão sexual.

O governador, cujo terceiro mandato vai até o fim de 2022, pediu uma “análise completa das acusações”, liderada por uma ex-juíza federal. 

“Eu peço aos nova-iorquinos que aguardem as conclusões para que conheçam os fatos antes de fazer qualquer julgamento”. 

Esta é a segunda vez em uma semana que o governador democrata, que comanda Nova York há 10 anos, é acusado de assédio sexual: na quarta-feira, outra ex-conselheira, Lindsey Boylan, afirmou em um blog que Cuomo a assediou quando trabalhava para sua administração, entre 2015 e 2018.

Agora candidata a administrar o distrito de Manhattan, Boylan, de 36 anos, afirmou que o governador a beijou à força na boca, sugeriu que participasse de um jogo de “strip poker” e “avançou para me tocar nas costas, braços e pernas”. 

Uma porta-voz do governador chamou as acusações de “falsas”.

Related posts
MundoPolítica

Diplomacia dos EUA afirma que ameaça terrorista foi transferida do Afeganistão

MundoSociedade

Tráfico de migrantes, um crime bilionário com pobres como mercadoria

MundoPolítica

Drone dispara foguete contra aeroporto no Curdistão iraquiano

ChinaPolítica

Taiwan: Pequim endurece discurso face a visita de comitiva dos EUA

Assine nossa Newsletter