Covid-19: variante brasileira "é mais transmissível e ilude sistema imunitário" - Plataforma Media

Covid-19: variante brasileira “é mais transmissível e ilude sistema imunitário”

A nova estirpe é “provavelmente” um dos fatores responsáveis pela segunda vaga no Brasil, um dos países mais afetados pela pandemia.

A nova estirpe da Covid-19 detetada no Brasil, a P.1, poderá ter uma carga viral até dez vezes mais elevada e é capaz de iludir o sistema imunitário de quem já possuía anticorpos, revelam dois estudos preliminares.

“Provavelmente faz as três coisas ao mesmo tempo: é mais transmissível, invade mais o sistema imunitário e, provavelmente, deve ser mais patogénica”, disse hoje à agência espanhola EFE Ester Sabino, professora da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e coordenadora do grupo da USP que participou da investigação realizada pelo Centro Brasil-Reino Unido para a Descoberta e Diagnóstico de Abrovírus (CADDE).

O estudo preliminar, realizado por investigadores brasileiros e ingleses e divulgado na última sexta-feira, sugere que a nova variante detetada no estado do Amazonas seja entre 1,4 e 2,2 vezes mais transmissível do que as que a precedem e “provavelmente” isso é um dos fatores responsáveis pela segunda vaga da pandemia do coronavírus no Brasil.

Os cientistas também concluíram que a nova estirpe é capaz de evadir o sistema imunológico e causar uma nova infeção em parte dos indivíduos já infetados pelo SARS-CoV-2, concretamente entre 25 e 61%.

Leia mais em TSF

Related posts
BrasilSociedade

Brasil chega a 14 milhões de casos e volta a superar 3.000 mortos em 24 horas

BrasilSociedade

Sem regra nacional e com pouca vacina de Covid, estados criam distinções entre comorbidades

BrasilSociedade

Covid-19: Brasil com falta de medicamentos para pacientes ventilados

BrasilPolítica

Presidenciáveis atacam Bolsonaro, apontam retrocessos e indicam prioridades durante e pós pandemia

Assine nossa Newsletter