Ihor Homeniuk. Médico que denunciou homicídio à PJ readmitido no INML - Plataforma Media

Ihor Homeniuk. Médico que denunciou homicídio à PJ readmitido no INML

O médico legista que autopsiou Ihor Homeniuk tinha sido demitido do Instituto de Medicina Legal, a 26 de novembro, por ter violado o contrato numa publicação científica relativa a outro caso

O médico Carlos Durão que autopsiou Ihor Homeniuk e denunciou as suspeitas de homicídio à Polícia Judiciária (PJ), vai voltar a ser contratado pelo Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF), depois de ter visto o contrato antecipadamente rescindido, a 26 de novembro, quando publicou numa revista científica fotografias de um cadáver que podia ser identificado, violando regras estabelecidas.

Fonte oficial do INMLCF confirmou ao DN que o legista “foi admitido”. Neste momento, explicou o mesmo interlocutor, “terminou o prazo de 10 dias para a reclamação dos candidatos e prevê-se que o júri entregue a lista para homologação nos próximos dias”.

Leia mais em Diário de Notícias

Assine nossa Newsletter